VIAGENS

Poupar em Nova Iorque: Custos Para Uma Semana

Pôr do sol sobre Nova Iorque visto do miradouro do Top of the Rock

Quanto mais viajamos, mais recordações e histórias trazemos para casa. No entanto, normalmente as perguntas que os nossos amigos e família levantam não são necessariamente sobre nossas aventuras. Não, não são perguntas sobre aquela vez que ficamos num hostel em construção em Riga que oferecia noites gratuitas em troca de uma cotação 10 no Booking… As perguntas que surgem são mais: “Como conseguem ter dinheiro para viajar?” ou “Quanto custou?”. Nova Iorque foi sem dúvida o destino que deixou mais gente a franzir o sobrolho e a perguntar se nos teria saído o Euromilhões… Infelizmente tal não aconteceu (ainda)! Contudo, temos respostas! Este post apresenta todos os custos que tivemos na semana que passamos em Nova Iorque!

Os preços foram todos convertidos para euros de forma a ser mais fácil de comparar com outros posts que iremos partilhar em devido tempo. Na altura que visitamos Nova Iorque e tendo em conta todos os custos relacionados com câmbio de moeda, a nossa taxa de câmbio final foi de 1$=0,98€.

Vamos focar-nos em 4 categorias de despesas, que são as mais relevantes e comuns a todas as viagens feitas: Transportes, Alojamento, Alimentação e Atrações. Apresentamos alguns custos Extra que são informativos, mas não se aplicam a todos os casos. No final, podem encontrar um sumário de quanto gastamos no por dia por pessoa. Assim, poderão planear melhor o vosso orçamento. Ou simplesmente satisfazer a curiosidade!

Nós sabemos o quão importante é ter uma ideia dos custos, especialmente numa cidade tão cara e com tantas coisas que nos esvaziam os bolsos! No entanto, também estávamos bastante conscientes de que não é todos os dias que visitamos Nova Iorque. Por isso, dissemos que sim a muitas experiências! O truque é saber escolher onde poupar e onde gastar! Este post está repleto de dicas para isso mesmo! Estas dicas são úteis durante todo o ano, mas é importante referir que visitamos Nova Iorque na terceira semana de Janeiro. Dica número um: escolher a época baixa é crucial para encontrar os melhores preços e poupar!

Dentro da famosa Grand Central Station em Nova Iorque

Transportes

Sabem quando de repente vos cai um e-mail com promoções num voo que é impossível recusar? A Lufthansa desafiou-nos com uma viagem de ida e volta do Porto para Nova Iorque por apenas 444€ por pessoa, mesmo nas datas em que podíamos viajar. Os voos são sempre uma das maiores despesas de uma viagem, especialmente quando queremos voar para outro continente, portanto não conseguimos mesmo resistir! Por norma marcamos as viagens com antecedência e muito pré-planeamento. Por isso até nós ficamos surpreendidos por ceder tão rapidamente a esta promoção… mas queríamos mesmo ir aos Estados Unidos enquanto o Obama ainda era Presidente! Os gastos nos transportes para Nova Iorque são muito variáveis e não estão relacionados com a cidade em si, por isso não os incluímos no sumário final.

Todo o dinheiro que gastamos em transportes (para dois):

  • Transfers do Aeroporto: 66€
  • MetroCard Semanal: 63€
  • Total: 129€

Edifícios típicos em Manhattan

Alojamento

O alojamento é o maior atentado a um orçamento poupado em Nova Iorque! Existe um mar sem fim de alojamentos à escolha, mas os preços eram maioritariamente acima do nosso orçamento, especialmente em Manhattan. Quando regressarmos a Nova Iorque, vamos considerar ficar numa área menos central. Contudo, esta foi a nossa primeira visita a esta gigantesca cidade e queríamos aproveitar para riscar da nossa lista várias atrações turísticas no pouco tempo que tínhamos. Por isso, optamos por ficar numa zona super central. Tivemos a sorte de encontrar um hotel espetacular no centro de Manhattan a um preço bastante razoável (para os standards de Nova Iorque, não os nossos): Pod 39. Sentimo-nos em casa neste hotel (certamente um dos melhores que ficamos até hoje). Ficamos felizes por a nossa visita a Nova Iorque não ter ficado manchada por uma má experiência de alojamento.

Este foi o único custo relacionado com alojamento e no total pagamos 569€ pelas seis noite, num quarto duplo super confortável, apesar de pequeno.Deliciosas sandes de caranguejo no Luke's Lobster em Nova Iorque

Alimentação

Se existe algo onde se conseguem mesmo poupar em Nova Iorque, é na comida! Existem sempre opções baratas na rua a todo o momento. Não é propriamente “comida saudável”, mas servem para recuperar energias enquanto se continua a caminhar pela cidade. Encontram também take-aways por todo lado: desde delis encantadores a pizzarias e lojas de bagels, que mais poderíamos desejar? Pois, como seres humanos sempre insatisfeitos, claro que queríamos algo mais. Decidimos esbanjar parte do nosso orçamento em deliciosas sandes de lagosta e caranguejo, que ainda não conseguimos encontrar em Portugal. Eram tão boas que acabamos por comer neste sítio não uma, mas duas vezes! No final, duas refeições no Luke’s Lobster acabaram por representar nada mais, nada menos do que 30% do total gasto em alimentação. Na verdade… não nos arrependemos nada! Desejamos apenas que existisse e um Luke’s Lobster aqui em Lisboa para satisfazermos os nossos desejos.

Gastamos no total 294€, os dois, o que no final resulta num valor de 21€ por dia por pessoa (incluindo pequeno-almoço, almoço, lanche e jantar basicamente ao preço de um cocktail na cidade). Apesar de estarmos muito atentos aos preços, não comprometemos a nossa experiência: tivemos a oportunidade de provar a maioria dos pratos obrigatórios, incluindo enormes fatias de pizza, deliciosas sandes de pastrami e os (pouco impressionantes) hambúrgueres do Shake Shack.Central Park coberto de neve num solarengo dia de Inverno

Atrações

Existem muitas coisas gratuitas para fazer em Nova Iorque. Seria possível passar meses entretido sem gastar um cêntimo em atrações. Algumas das nossas favoritas incluem: Central Park, Biblioteca Pública de Nova Iorque, Estação Central e área de Dumbo, em Brooklyn. No entanto, como já referimos anteriormente neste post, não poderíamos deixar passar algumas experiências, mesmo que isso significasse ver o dinheiro a desaparecer dos nossos bolsos e contas bancárias.

Para o que estamos habituados aqui na Europa (e especialmente em Portugal!), as atrações Nova Iorquinas são bastante caras… Ah, e não esperem em obter grandes descontos! Ainda assim, todas valeram cada cêntimo gasto: desde a fantástica experiência de ver um jogo de NBA ao vivo (go Knicks!) até às inesquecíveis vistas do sol a pôr-se sobre o horizonte da cidade no Top of the Rock e ainda todo o conhecimento adquirido sobre a tragédia do 11 de Setembro que está já muito interligada à identidade da cidade, espelhando a força de vontade de dar a volta a estes momentos.

Todo o dinheiro que gastamos em atrações (para dois):

  • Jogo de NBA: 209€
  • Top of the Rock: 67€
  • 9/11 Memorial & Museu: 50€
  • Total: 326€

Avenida tipica de Nova Iorque

Extra

Existem sempre gastos adicionais, pelo que sentimos que é importante serem referidos. Ainda antes de realmente pormos os pés em Nova Iorque, tivemos de pagar pelos nossos ESTAs, uma espécie de visto de entrada nos Estados Unidos. Viver na UE é realmente um privilégio, pelo que normalmente nos esquecemos que para a maioria das pessoas é ainda necessário obter e pagar vistos quando viajam. Uma vez que tentamos ser bastante organizados e responsáveis (ou talvez por o sistema de saúde americano ser muito assustador), optamos por investir num seguro de saúde. Felizmente acabou por não ser necessário. Fomos apenas atacados pela gripe, que não conseguiu impedir-nos de aproveitar a viagem!

Finalmente, como somos pessoas que gostam sempre de trazer algumas lembranças (para nós e para a família), convém mencionar que gastamos algum dinheiro em souvenirs. No entanto, como não queremos que ninguém saiba o quão forretas somos (brincadeira… ou talvez não!), não iremos partilhar o valor gasto nesta componente. É algo muito específico a cada um. Contudo, podemos dizer que existe um infinito número de lojas de souvenirs onde podem encontrar lembranças a preços bastante razoáveis, especialmente se procurarem para além do Times Square. O nosso segredo para prendas mais originais foi visitar as lojas dos museus (costumam ter uma parte com promoções!).

Custos extra (para dois):

  • ESTAs: 28€
  • Seguro Allianz: 58€
  • Total: 86€

Custos totais para uma semana em Nova Iorque

É possível visitar Nova Iorque com um orçamento apertado! Neste post partilhamos as melhores dicas, onde poupar e onde gastar! Apresentamos em detalhe todos os nossos custos numa semana na cidade.Devem estar a pensar que todos estes gastos parecem demasiado para um casal a tentar fazer uma viagem com um orçamento reduzido… e na realidade têm razão! Esta foi certamente a viagem na qual gastamos mais dinheiro! Contudo, olhem para estes valores com base nas escolhas que fizemos. Se não quiserem não precisam de gastar mais de 100€ num jogo da NBA. Podem optar por ficar numa zona menos central, ou num quarto partilhado num hostel. Estes valores refletem as nossas escolhas. No fim, acabamos por gastar menos de 100€ por dia cada um. Este valor é bastante razoável quando olhamos para o hotel fantástico em que ficamos, todas as experiências que tivemos, e a deliciosa comida que ainda hoje nos deixa saudades… tudo isto numa das cidade mais caras do mundo!

Então e vocês, costumam registar todas as despesas quando viajam? Qual foi a viagem mais cara que já fizeram?

Façam pin deste post!

É possível visitar Nova Iorque com um orçamento apertado! Neste post partilhamos as melhores dicas, onde poupar e onde gastar! Apresentamos em detalhe todos os nossos custos numa semana na cidade.
É possível visitar Nova Iorque com um orçamento apertado! Neste post partilhamos as melhores dicas, onde poupar e onde gastar! Apresentamos em detalhe todos os nossos custos numa semana na cidade.

Posts sugeridos para ti

2 Comentários

  • Licinia Fernandes

    Parabéns pelo fantástico post!
    Quando fui a Nova Iorque não subi ao Top of the Rock mas sim ao Empire State, o que vai de encontro ao mesmo tipo de atração (adorei). Uma outra atividade gratuita e que vale a pena fazer é apanhar o barco até Staten Island só para contemplar a Estátua da Liberdade. O barco passa relativamente perto e dá para ter uma vista muito boa. No nosso caso não optámos por pagar para ir à ilha da Liberdade.
    Também ficámos alojados no Pod, mas o nosso era o Pod51. Também recomendo imenso! Muito central e clean, não é luxuoso mas tem o necessário.
    Que saudades!
    Aguardo mais posts 🙂

    Maio 10, 2019 at 7:59 pm Resposta
    • Two Find a Way

      Muito obrigada pelas tuas palavras, Licinia! Apanhar o barco estava na nossa lista, mas acabamos por não conseguir por falta de tempo! Contudo, está no topo da nossa lista para quando voltarmos =) Concordamos a 100% relativamente ao hotel, com tanto para fazer na cidade também quem é que quer passar o dia no quarto? Tinha tudo o que era necessário para uma boa noite de descanso, e era até bastante simpático.

      Maio 11, 2019 at 12:31 am Resposta

    Deixa um comentário

    Copyrighted Image